Zika vírus pode se espalhar na europa

O v√≠rus Zika est√° em ascens√£o em todo o mundo. Para a Europa, o risco de que o pat√≥geno est√° a ganhar terreno nos pr√≥ximos meses est√° aumentando. A Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde (OMS) classifica o risco para os pa√≠ses europeus como baixo a moderado desde o in√≠cio do ver√£o. Na avalia√ß√£o, apresentada pelo que agora fluem dois componentes: a ocorr√™ncia de esp√©cies de mosquitos que podem transmitir o v√≠rus, e a capacidade de cada pa√≠s para responder a uma situa√ß√£o correspondente.

Zika vírus pode se espalhar na europa

O v√≠rus Zika est√° em ascens√£o em todo o mundo. Para a Europa, tamb√©m, est√° aumentando o perigo de que o agente patog√™nico ganhe terreno nos pr√≥ximos meses. A Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde (OMS) classifica o risco para os pa√≠ses europeus como baixo a moderado desde o in√≠cio do ver√£o.

Na avaliação, apresentada pelo que agora fluem dois componentes: a ocorrência de espécies de mosquitos que podem transmitir o vírus, e a capacidade de cada país para responder a uma situação correspondente. "O risco de que o vírus Zika se espalha na Europa, não é - mas isso varia de país para país", diz Jakob região Zsuanna Director da OMS para a Região Europeia.

Espécie de mosquito arriscada

Especialmente elevado √© o risco em pa√≠ses onde o mosquito da febre amarela (Aedes aegypti) ocorre - o principal vector para Zika. Mas isso √© apenas o caso em muito poucas regi√Ķes europeias. Estes incluem a ilha portuguesa da Madeira e a costa nordeste do Mar Negro.

Em 18 pa√≠ses europeus, no entanto, o mosquito tigre asi√°tico (Aedes albopictus) √© mais comum, mais notavelmente muitos pa√≠ses mediterr√Ęnicos, como a Fran√ßa, It√°lia, Espanha, Cro√°cia, Gr√©cia e Turquia. Mas tamb√©m ocorre nos pa√≠ses da Europa Central. Na Alemanha, v√°rias vezes s√£o descobertas c√≥pias. Este tipo de mosquito tamb√©m pode ser transmitido ao zika - mas n√£o tanto quanto o Aedes aegypti.

No presente, a probabilidade de se infectar através de uma picada de mosquito na Europa, ainda muito baixo. Porque até agora, os mosquitos capazes de transmissão não carregam o patógeno. Antes que representem um risco, primeiro precisam se infectar com o zikavírus e depois infectar as pessoas com outra refeição de sangue.

Acção rápida em caso de surto

Al√©m disso, os especialistas da OMS submetidos √† avalia√ß√£o de risco abordar as informa√ß√Ķes que tinha feito em rela√ß√£o √† sua capacidade de v√°rios pa√≠ses com os quais eles cont√™m um surto de v√≠rus Zika. Jacob diz: "Chamamos especialmente pa√≠ses com maior risco de desenvolver a sua capacidade nacional para evitar uma maior surto Zika."

Estes incluem medidas que reduzem as popula√ß√Ķes de mosquitos, especialmente em regi√Ķes onde o Aedes aegypti √© encontrado. Outros fatores incluem a forma√ß√£o de pessoal m√©dico e a expans√£o das oportunidades para os exames laboratoriais Zika para detectar um poss√≠vel surto t√£o rapidamente e reagir a ele. Al√©m disso, a popula√ß√£o, especialmente as mulheres gr√°vidas devem ser aconselhados a se protegerem da infec√ß√£o. Al√©m da transmiss√£o por pontos, isso tamb√©m inclui contatos sexuais com pessoas infectadas.

Em 2015, o v√≠rus Zika, que √© conhecido principalmente das regi√Ķes africana e asi√°tica, se espalhou rapidamente na Am√©rica do Sul. Embora a doen√ßa geralmente seja inofensiva - a maioria das pessoas infectadas n√£o desenvolve nenhum sintoma. Mas a maioria das crian√ßas n√£o nascidas de m√£es infectadas podem sofrer danos consider√°veis: o v√≠rus pode causar a chamada microcefalia, que √© acompanhado por cr√Ęnios menores menores c√©rebros e defici√™ncias significativas.

fontes:

Risco geral de baixa a moderada Comunicado de imprensa OMS, 18.05.2016

V√ćRUS DA ZIKA - Relat√≥rio t√©cnico, OMS, maio de 2016


Como Este? Compartilhe Com Seus Amigos: